Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Marilena Chauí e sua auto-crítica

A Marilena Chauí é uma mal compreendida, coitada.

Ela claramente usa seu discurso para insuflar ânimos e, por que não, inflamar seu público, assim como faz um líder militar numa frente de batalha apontando a crueldade do inimigo e porque esse precisa ser aniquilado. Ela, afinal, não está ali recitando um livro de sociologia mas fazendo um discurso político.

Ou, considere como uma apresentação de retórica circense mas bem menos inofensiva. Seu discurso muni seus correligionários com argumentos para abater seus opositores com simplificações, generalizações e distorções que tornam o alvo caricato, ridículo. Infelizmente, um discurso tão pobre e simplista apenas atrapalha uma discussão verdadeira. Mas, quem se importa? Os infelizes correligionários que seguem seu argumento acabam comprando uma série de falácias a despeito de quem é contra suas ideias.

O alvo, o reacionário de direita, é pintando como um cínico, insensível socialmente, (tosco), não politizado, estúpido (pela forma com que …

Socialismo morto e vivo

(a confusão entre socialismo e comunismo neste texto é algo ilustrativo. Qualquer dúvida, consulte sua enciclopédia favorita).

Socialistas me cansam.
Marx, espertamente cunhou o termo comunismo e capitalismo como meio de enaltecer suas ideias e depreciar as alheias:
- aqueles que são orientados pela comunidade
- aqueles que são orientados pelo capital

"Ah, vai pastar". Então eu poderia chamar os (parvos) socialistas de burristas, aqueles orientados por ideias burras e aqueles que defendem a liberdade econômica de liberalistas.

Viva a linguagem! Mais uma vez estou a contemplar como a linguagem impacta o que nós pensamos e nesse caso para criar
um apelo à emoção.

Aproveitando, vou dizer o que aconteceu com o socialismo:

O socialismo foi um conceito moldado nos últimos 100 anos, como uma resposta a um exacerbado otimismo no sistema vigente, na liberdade econômica em contraste a uma crescente apatia a situações cada vez pior dos mais pobres. Para a espécie humana, a empatia n…